Fábio Faria, ministro das Comunicações
Isac Nóbrega/PR
Fábio Faria, ministro das Comunicações

O leilão do 5G foi finalizado nesta sexta-feira  (5), movimentando um total de R$ 46,8 bilhões. O valor foi comemorado tanto pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) quanto pelo Ministério das Comunicações.

"A Anatel já fez o leilão do 3G, leilão do 4G, privatização da Telebras e, juntando todas essas, não deu o valor do leilão do 5G. Superou todas as nossas expectativas e chegamos no valor final de R$ 46,8 bilhões que já foram leiloados e que grande parte desse valor será para investimentos. A gente só tem a comemorar", disse o ministro das Comunicações, Fábio Faria, em entrevista coletiva na sede da Anatel nesta sexta-feira.

Segundo o ministro, que comemorou a chegada de seis novas operadoras de internet móvel no mercado nacional, este é o segundo maior leilão da história do Brasil em termos financeiros, ficando atrás apenas do leilão do pré-sal.

Além dos valores pagos pelas outorgas, as operadoras de telefonia também assumem compromissos de investimento, o que faz o valor do leilão como um todo ser tão alto.

Leia Também

Um dos valores comemorados pela Anatel foi o de R$ 3,1 bilhões, dinheiro que será destinado para a conexão de escolas públicas de educação básica. O valor, porém, é menor que a metade do que havia sido estimado anteriormente pela agência (R$ 7,6 bilhões).

Confira o resumo dos valores gerados no leilão do 5G:

Resumo do leilão do 5G
Reprodução/Anatel
Resumo do leilão do 5G


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários