Unsplash/Martin Sanchez
"Pai do PlayStation" critica realidade virtual

Ken Kutaragi, criador do PlayStation, disse não gostar da ideia de realidades virtuais proposta pelo metaverso. Em entrevista à Bloomberg na última semana, ele disse que não entende o propósito de se criar mundos digitais.

"Estar no mundo real é muito importante. O metaverso quer criar um mundo virtual quase real, mas não consigo ver o propósito disso", afirmou. Aos 71 anos, o engenheiro está distante do mercado dos games, trabalhando com robótica industrial em uma startup japonesa.

Para Kutaragi, conhecido como pai do PlayStation, não faz sentido "viver" em um mundo falso. "Você prefere ser um avatar em vez de quem realmente é?", questionou.

Apesar de ter criado um dos consoles mais famosos do mundo, ele discorda da forma como os games estão sendo utilizado hoje em dia. Kutaragi criticou os óculos de realidade aumentada, utilizados inclusive por jogadores de PlayStation.

"Eles te isolam do mundo real e eu não consigo concordar com isto. Os headsets são simplesmente irritantes", opinou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários