TikTok é investigado nos Estados Unidos
Unsplash/Kon Karampelas
TikTok é investigado nos Estados Unidos

O TikTok está sendo investigado nos Estados Unidos a respeito dos seus efeitos na saúde mental de adolescentes. A investigação está sendo conduzida por uma coalização bipartidária de procuradores-gerais de diversos estados norte-americanos.

O objetivo da investigação é analisar quais danos o aplicativo pode causar aos jovens e o que o TikTok sabia a respeito disso. Os procuradores-gerais vão se concentrar "nos métodos e técnicas utilizados pelo TikTok para aumentar o engajamento de usuários jovens, incluindo aumentar a duração do tempo gasto na plataforma e a frequência de engajamento com a plataforma", de acordo com um comunicado de imprensa da procuradora-geral Maura Healey, de Massachusetts.

"Como crianças e adolescentes já lidam com problemas de ansiedade, pressão social e depressão, não podemos permitir que as mídias sociais prejudiquem ainda mais sua saúde física e bem-estar mental", disse Healey.

Ao The Verge, o porta-voz do TikTok, Ben Rathe, disse que a empresa "agradece que os procuradores-gerais dos estados estejam se concentrando na segurança dos usuários mais jovens" e espera "fornecer informações sobre as muitas proteções de segurança e privacidade" que o aplicativo possui para adolescentes.

Leia Também

Recentemente, outras redes sociais também estão sendo investigadas nos Estados Unidos por conta do impacto na saúde mental de adolescentes. No ano passado, a delatora do Facebook, Frances Haugen,  apresentou documentos ao Congresso norte-americano que mostravam que o Instagram sabia que prejudicava a saúde mental de jovens.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários