Telegram muda seus Termos de Uso
Unsplash/Christian Wiediger
Telegram muda seus Termos de Uso

Sem comunicado público, o Telegram discretamente alterou seus Termos de Uso nesta quarta-feira (11). Agora, o aplicativo mensageiro exige que brasileiros tenham no mínimo 16 anos para utilizarem a plataforma.

A regra já era válida para usuários da União Europeia e do Reino Unido, e agora passa a valer também para o Brasil. Apesar do termo, o Telegram não informa como pretende verificar a faixa etária de seus usuários.

Além desta mudança, a plataforma também incluiu terrorismo e abuso infantil dentre os temas proibidos no aplicativo. Agora, usuários não podem "abusar da plataforma pública do Telegram para participar de atividades reconhecidas como ilegais pela maioria dos países – como terrorismo e abuso infantil", dizem os termos de uso.

Terrorismo e abuso infantil se unem a outros três temas proibidos no Telegram:

  • Spam ou golpes;
  • Violência em canais públicos e bots;
  • Conteúdo pornográfico ilegal em canais públicos e bots.

Os termos de uso do Telegram, diferente de outras plataformas digitais, são bastante simples: essas quatro regras são as únicas existentes. Não há, por exemplo, qualquer tipo de proibição a desinformação ou discurso de ódio, grandes preocupações atuais em redes sociais e aplicativos mensageiros.

Em março, o  Telegram prometeu adotar algumas medidas no Brasil para não ser banido do país, como moderar conteúdo e combater a desinformação. Nesta semana, a plataforma bloqueou um um grupo bolsonarista extremista  com quase 70 mil membros.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários