Olhar Digital

Among us
Reprodução
Veja como se proteger do ataque que atinge o jogo

Com o sucesso de Among Us , hackers miraram o título para aplicar seus golpes. Na última quinta-feira (22), um ataque massivo de spam começou a se espalhar e está afetando a maior parte da comunidade de jogadores.

Mensagens no chat direcionam as vítimas aos canais do YouTube e do Discord de um usuário chamado "Eris Loris", ameaçando aqueles que não se inscreverem. Uma campanha para a reeleição do Donald Trump também foi enviada.

A InnerSloth, desenvolvedora do jogo , afirmou em uma publicação no Twitter que está consciente do problema e que já planejou uma atualização de emergência para resolver a situação.

Forest Willard, um dos três membros da equipe do jogo, afirmou que ainda na noite da quinta-feira uma atualização foi lançada, mas o problema não foi resolvido. Por conta disso, o estúdio está aconselhando os usuários a jogarem apenas partidas privadas com amigos enquanto trabalha na resolução.

Ao portal Kotaku, Loris assumiu a responsabilidade pelo ataque, mas, segundo ele, não tinha nenhuma intenção criminosa em seu ato. "Eu estava curioso para ver o que aconteceria e, pessoalmente, achei engraçado", destacou. Esta não foi a primeira vez que Among Us foi vítima de hackers , mas foi a que alcançou o maior número de usuários. Loria afirmou que seus spans chegaram a cerca de cinco milhões de jogadores em até 1,5 milhões de partidas.

Uma amostra do seu alcance é que diversos fóruns no Reddit estão falando sobre o assunto. Um desses, intitulado "Ok, quem é Eris Loris?", possui mais de 700 comentários. Apesar de a maioria ser de críticas e insultos ao autor dos spans, alguns seguem a linha de Loris, levando o ataque para o lado do humor.

    Veja Também

      Mostrar mais