TikTok
Unsplash/Kon Karampelas
TikTok precisa ser vendido nos EUA


O presidente norte-americano Donald Trump assinou, na última sexta-feira (14), um decreto que obriga o TikTok a ser vendido dentro de um prazo de 90 dias. Esta é a medida que concretiza uma série de ameaças que Trump já vinha fazendo ao aplicativo chinês . As informações são da agência France-Presse.

"Há provas confiáveis que me levam a acreditar que a ByteDance poderia adotar medidas que ameacem prejudicar a segurança nacional dos Estados Unidos", afirma o decreto presidencial. 

O decreto especifica que todas as operações do TikTok nos EUA, hoje detidas pela chinesa ByteDance , devem ser vendidas para uma empresa americana que "demonstre vontade e capacidade para cumprir com o decreto".

Anteriormente,  Trump já tinha dado um prazo limite de 45 dias para o TikTok fazer operações com empresas no país. Depois disso, a rede social está proibida de se relacionar com qualquer companhia local. 

""Há quase um ano, buscamos discutir com o governo americano para encontrar uma solução (...) Mas estamos diante de uma administração que não dá importância aos fatos, não respeita os procedimentos legais e tenta interferir nas negociações entre empresas privadas", comunicou o TikTok na ocasião. 

Atualmente, a Microsoft está em contato com a ByteDance para comprar as operações do TikTok não só nos EUA, mas também em outros países. Trump já sinalizou que, caso o acordo seja finalizado, "um percentual muito grande do preço deve ir ao Tesouro dos Estados Unidos". O Twitter também estuda comprar o aplicativo.

    Veja Também

      Mostrar mais