TikTok
Unsplash/Kon Karampelas
TikTok pode ser vendido para a Microsoft


Mesmo depois de Donald Trump dizer que irá banir o TikTok dos EUA , a Microsoft anunciou, no último domingo (02), que continua as negociações para comprar as operações do aplicativo no país. O CEO da empresa, Satya Nadella, teve uma conversa com o presidente norte-americano antes de decidir prosseguir com a compra. 


A informação foi divulgada pela própria Microsoft depois de dias de especulação . A empresa afirma que está comprometida a comprar o TikTok , e que acha muito importante abordar as preocupações de Trump. 

Caso realmente adquira as operações da rede social , a Microsoft pretende realizar "uma revisão completa da segurança e fornecer benefícios econômicos adequados aos Estados Unidos, incluindo o Tesouro dos Estados Unidos". 

Por que o TikTok pode ser vendido? 

Famoso por seus vídeos curtos  e com sucesso sobretudo entre o público adolescente, a rede social chinesa TikTok vem fazendo sucesso no mundo todo - o aplicativo já é o mais baixado no planeta

Seu crescimento, porém,  tem gerado preocupações entre governantes de alguns países, sobretudo os que têm problemas políticos com a China. Trump e outros membros do governo norte-americano acusam o TikTok de espionagem e propagando política chinesa, exportando dados dos usuários dos EUA para a China. 

Trump planeja, então, o banimento do aplicativo do país - nos EUA, o TikTok já tem mais de 100 milhões de usuários. Para evitar que a rede social suma dos celulares de tanta gente, porém,  uma opção seria vendê-la para um investidor estadunidense. 

E a Microsoft entra justamente nesse cenário. Depois de conversa com Trump , a empresa disse que, se realmente adquirir o TikTok, irá fortalecer sua segurança digital, mantendo os dados dos usuários dentro do país.

"Entre outras medidas, a Microsoft garantiria que todos os dados privados dos usuários americanos do TikTok sejam transferidos e permaneçam nos Estados Unidos. Na medida em que esses dados estejam atualmente armazenados ou em backup fora dos Estados Unidos, a Microsoft garantirá que esses dados sejam excluídos dos servidores fora do país após a transferência", disse a empresa em comunicado.

A Microsoft planeja finalizar as negociações com o TikTok até o dia 15 de setembro. Caso a compra seja mesmo realizada, a gigante de tecnologia irá adquirir as operações da rede social nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

    Veja Também

      Mostrar mais