TikTok
Unsplash/Solen Feyissa
TikTok repensa seu futuro

O fundador da ByteDance , Zhang Yiming, está repensando a venda do TikTok depois que a China impôs novas restrições à transação . De acordo com fontes ouvidas pela Bloomberg, a empresa ainda discute se é possível fechar um acordo que agrade os governos dos EUA e da China, o comprador, os investidores e a própria ByteDance, dona do TikTok.

O acordo entre TikTok e alguma empresa norte-americana estava prestes a ser fechado quando as novas imposições de Pequim entraram no jogo. As mais adiantadas na negociação são Microsoft e Oracle.

Com isso, é possível que Zhang mantenha as operações do TikTok nos EUA para além do prazo estipulado por Donald Trump - o presidente exigiu que a transação fosse realizada até o dia 15 de setembro . Um fonte ouvida pela Bloomberg disse que o acordo final pode ser empurrado para depois das eleições presidenciais dos EUA , em novembro. 

Outra opção é que Zhang simplesmente desista de fazer um acordo. “Não tenho certeza se o preço importa tanto quanto o orgulho”, disse Rebecca Fannin, autora de “Tech Titans of China” e fundadora da Silicon Dragon Ventures, à Bloomberg.

“Desde o início, Zhang queria montar uma empresa global. Sem o mercado dos EUA, ele não pode satisfazer essas ambições. É um empresário de mentalidade ferozmente independente. Pode simplesmente decidir não fechar o negócio", continuou.

De capital fechado, atualmente a ByteDance vale US$140 bilhões, de acordo com a rastreadora de startups CB Insights. A venda das operações do TikTok nos EUA está estimada em algo em torno de US$20 e US$30 bilhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários