TikTok
shutterstock
TikTok ganha um respiro nos EUA

A Justiça dos Estados Unidos bloqueou a determinação de Donald Trump de banir o TikTok do país. A ordem visava impedir que o aplicativo fosse baixado por qualquer celular, mas está bloqueada desde as 23h59 do domingo (27). 

O bloqueio da ordem foi dado pelo juiz distrital dos EUA, Carl Nichols, que aceitou o pedido da ByteDance , dona do TikTok . De acordo com a Reuters, "neste momento", o magistrado, porém, se recusou a bloquear também as restrições que o Departamento de Comércio dos EUA impôs sobre o TikTok. 

As medidas impostas pelo órgão entram em vigor no dia 12 de novembro, e são mais abrangentes que as de Trump. Além de não poder ser baixado, o TikTok também deixaria de funcionar em todo o país. As restrições incluem "qualquer provisão de hospedagem de internet que habilite o funcionamento ou otimização do aplicativo nos EUA". 

Para que a medida de novembro não passe a valer, o acordo entre TikTok e Oracle precisa ser oficializado antes disso. Na prática, isso significa que tanto o governo norte-americano  quanto o governo chinês precisam aprovar a transação.

    Veja Também

      Mostrar mais