5G
shutterstock
Confira como decidir sobre a compra de um celular com 5G

Nesta quinta-feira (22), a Motorola lançou o primeiro Moto G compatível com a rede 5G no Brasil . Esse não é o primeiro smartphone no mercado nacional a oferecer compatibilidade com a quinta geração de comunicação móvel, mas é a primeira vez que a tecnologia aparece em um modelo intermediário e mais acessível financeiramente.

Mas, afinal, já está na hora de investir em um smartphone com compatibilidade com o 5G no Brasil? A resposta dessa pergunta passa pelo entendimento de quando a tecnologia estará, de fato, disponível no país. 

Quando o 5G chega ao Brasil?

O 5G ainda não tem data certa para chegar ao Brasil , mas o processo deve demorar um pouco. Para que a tecnologia passe a valer, é preciso que a Agência Nacional de Telecomunicações ( Anatel ) realize o leilão das frequências entre as operadoras de telefonia. Isso deveria ter acontecido este ano mas, depois de alguns adiamentos , o leilão do 5G brasileiro ficou para 2021. 

Uma das grandes polêmicas nesse sentido é se a chinesa Huawei , umas das maiores provedoras de infraestrutura para o 5G do mundo, poderá participar da implementação da nova tecnologia por aqui. 

A empresa vem sofrendo sanções do governo dos Estados Unidos e, devido ao alinhamento do presidente Jair Bolsonaro a Donald Trump , isso pode ter impactos também no Brasil. 

Nesta semana, Sun Baocheng, presidente da Huawei, disse que se a empresa não fizer parte da implementação das novas redes por aqui,  o 5G pode atrasar de três a quatro anos para chegar ao Brasil. Em entrevista à Folha de S. Paulo, ele disse que a Huawei já detém em torno de 40% e 50% da participação no setor de telecomunicações brasileiro e que, se for banida do 5G, os equipamentos todos terão que ser trocados, subindo o preço e gerando atraso.

Mesmo deixando a questão da Huawei de lado, se o leilão do 5G acontecer em 2021, ainda leva um tempo para que a tecnologia seja comercializada. Leva ainda mais tempo para que isso ocorra em todo o território nacional.

É o que já acontece em muitos países . Na Austrália, por exemplo, pouco mais de 10 cidades possuem a tecnologia. A cobertura também não é tão grande em países como Canadá, Taiwan e Suíça. No Estados Unidos, o 5G só foi mais expandido recentemente, quando a operadora Verizon anunciou a cobertura em mais cidades durante o lançamento do iPhone 12 .

Isso significa que ainda pode levar anos para que a rede 5G seja amplamente distribuída em todo o Brasil.

Compensa investir em um celular com 5G?

Diante da prevista demora para a implementação completa das redes 5G no Brasil, cabe a cada usuário avaliar se vale a pena comprar um celular compatível com a tecnologia agora. 

Geralmente, as pessoas trocam de celular muito rápido. Se você é do tipo de pessoa que troca de smartphone todo ano, por exemplo, talvez não seja hora de comprar um celular com 5G apenas por conta disso - a chance de você nem chegar a utilizar o recurso por aqui é grande.

O que compensa é avaliar o custo benefício . A compatibilidade com o 5G tende a deixar o smartphone ainda mais caro e, por isso, é bom olhar quais outras especificações ele traz. O Moto G 5G , por exemplo, tem outros atrativos, como a câmera dupla frontal.

Por isso, a dica é sempre comparar vários modelos de smartphones . Se o diferencial de um deles for apenas a compatibilidade com o 5G e isso torná-lo mais caro, vale a pena pensar quanto tempo você pretende ficar com o smartphone e levar isso em consideração.

    Veja Também

      Mostrar mais