Telegram
shutterstock
O Telegram é um aplicativo russo de troca de mensagens

O Telegram anunciou nesta terça-feira (12) que ultrapassou a marca de 500 milhões de usuários ativos. De acordo com o mensageiro, as últimas 72 horas renderam milhões de novos usuários. Isso se deve, sobretudo, à mudança na política de privacidade do WhatsApp , que passou a compartilhar dados com o Facebook .

Com a notícia das mudanças no mensageiro mais famoso do mundou, outras opções, como Telegram e Signal , começaram a ver seus números de downloads dispararem. Apesar da marca histórica de 500 milhões, o Telegram ainda tem cerca de 25% do total de usuários ativos do WhatsApp, que já ultrapassa os dois bilhões mundialmente.

Para anunciar o feito, Pavel Durov, fundador do Telegram , disse que o crescimento dos últimos dias nunca foi visto antes pelo mensageiro . "Este é um aumento significativo em relação ao ano passado, quando 1,5 milhão de novos usuários se inscreviam todos os dias. Tivemos um surto de downloads antes, ao longo de nossa história de 7 anos de proteção da privacidade do usuário. Mas desta vez é diferente", escreveu.

Durov aproveitou, ainda, para atacar o adversário WhatsApp , prometendo que o Telegram efetivamente se preocupa com a privacidade dos usuários. "As pessoas não querem mais trocar sua privacidade por serviços gratuitos. Eles não querem mais ser reféns de monopólios de tecnologia que parecem pensar que podem se safar com qualquer coisa, desde que seus aplicativos tenham uma massa crítica de usuários. Com meio bilhão de usuários ativos e crescimento acelerado, o Telegram se tornou o maior refúgio para quem busca uma plataforma de comunicação comprometida com a privacidade e a segurança. Levamos essa responsabilidade muito a sério. Não vamos decepcionar você".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários