Tecnoblog

5g 6g
shutterstock
5G nem chegou ao Brasil e empresas já planejam o 6G

A gente mal tem 5G no Brasil , mas a indústria das telecomunicações continua na busca por avanços e já prepara o 6G . Apple , Google e LG entraram na Next G Alliance, um grupo que pretende liderar o desenvolvimento da sexta geração com dominância norte-americana.

Facebook, Nokia e Qualcomm participam da criação do 6G

Além de Apple, Google e LG, a Next G Alliance tem diversos membros como operadoras dos Estados Unidos (AT&T, Verizon, T-Mobile e US Cellular) e do Canadá (Bell e Telus), além empresas como Facebook , Samsung, Microsoft , Nokia, Qualcomm , Ericsson, Ciena, Telbyx, Interdigital e JMA Wireless.

O grupo quer estabelecer as prioridades do 6G e as próximas gerações de telefonia móvel com direcionamento e influências norte-americanas, mesmo com participantes de outros continentes – LG e Samsung são coreanas, enquanto a Nokia, por exemplo, é finlandesa (não estamos falando aqui da HMD Global, que licencia a marca Nokia para seus celulares).

A briga pela dominância do 6G faz sentido: os Estados Unidos mantêm um conflito com a China por conta da presença da Huawei no mundo, e acusa a empresa de espionagem para o Partido Comunista Chinês, sem apresentar provas. Isso gerou uma série de restrições à fornecedora em diversos países no mundo. É possível que o Brasil estabeleça embargos para o 5G da Huawei , mas o assunto ainda não está 100% definido pelo governo.

A Coreia do Sul já planeja seus primeiros testes com 6G para 2026. A expectativa dos pesquisadores é que a rede móvel utilize frequências na casa dos terahertz, com potencial para velocidade de até 1 terabit por segundo que serão usados em cidades inteligentes , cirurgias remotas, hologramas e fábricas automatizadas.

    Veja Também

      Mostrar mais